“Crocância”, existe essa palavra? Existe em português a palavra “crocância”?

croc

Sucesso nas redes sociais, o programa Masterchef tem contribuído não apenas para popularizar conceitos da arte da culinária e da alta cozinha, mas, também, para levantar questionamentos sobre a existência e a correção (ou não) em português de várias palavras e expressões do jargão da gastronomia, usadas à exaustão pelos participantes e chefs do programa.

Afinal, é correta ou não em português a palavra “crocância”?

Resposta rápida: Sim, a palavra “crocância” existe em português. A palavra “crocância”, substantivo feminino relativo ao adjetivo “crocante”, já está na base de dados do Dicionário Houaiss.

Resposta completa: Em primeiro lugar, é importante esclarecer que a pergunta é menos boba do que parece. O eventual estranhamento de muitos espectadores do programa à palavra “crocância” tem sua razão de ser – afinal, o próprio corretor ortográfico automático está aqui, neste momento em que escrevo esta publicação, a sublinhar cada aparição da palavra “crocância”, como se a palavra não “existisse” (nos dicionários).

A explicação para isso é que, de fato, a palavra “crocância” é relativamente recente em português. Se for a uma livraria e procurar em todos os dicionários existentes, não a encontrará (pelo menos não hoje, em 2015) em nenhum dicionário impresso. Mas a encontrará, à exaustão, em livros de gastronomia da mesma livraria.

Isso deixa claro, em primeiro lugar, que uma palavra “existir” não significa o mesmo que estar nos dicionários.

No caso específico de “crocância”, nota-se que, ainda que já não existisse, a palavra segue a lógica da língua: se algo “elegante” tem “elegância”, se algo abundante tem abundância, se o petulante tem petulância, o tolerante, tolerância, etc, é simplesmente lógico que o eventual substantivo referente ao adjetivo crocante seja “crocância”.

A questão é que a palavra “crocante”, claramente de origem onomatopeica (de “croc“, transcrição do agradabilíssimo som que faz, ao ser comido, tudo aquilo que é crocante), por si não é antiga na língua portuguesa – à época de Camões, ao que nos consta, não se discutia se o bife à milanesa estava ou não crocante.

Essa explicação pode parecer vaga – como é possível que não existisse uma palavra para crocante em português? Mas o fato é que, se pararem pra pensar, até hoje não temos, em português, uma palavra para o contrário de crocante. A seguir a língua – e a relevância da gastronomia em nossa cultura – o caminho em curso, muito provavelmente em cem anos os falantes de português terão um antônimo para “crocante” e para “crocância” em pleno uso na língua, e poderão se perguntar como nós, brasileiros e portugueses do início do século XXI, vivíamos sem tais palavras…

De todos modos, se a palavra “crocante” em si já não é das mais antigas em português (em algum momento foi adaptada do francês croquant, que por si só surgiu em dicionários franceses já no séculos XVII), o eventual substantivo relativo a crocante só passou a ganhar destaque nos últimos poucos anos – daí que, embora plenamente lógica e, assim, correta, a palavra “crocância” não consta de nenhum dos vocabulários oficiais ou dicionários impressos à venda em livrarias…

…E isso, apesar de a palavra crocância constar de milhares de publicações e há pelo menos duas décadas – pesquisando o tema, foi possível encontrar a palavra usada, por exemplo, na publicação técnica e profissional “Lavoura Arrozeira”, de Porto Alegre, em 1974:

Untitled

Claro fica, portanto, que, mesmo sem estar em dicionários, a palavra “crocância” existe em português. Mas mesmo a ausência da “crocância” dos dicionários já tem seus dias contados: o célebre dicionário Houaiss, que goza da mais completa base de dados da língua portuguesa atual, já incluiu em sua base de dados a palavra crocância, como “substantivo feminino: característica do que é crocante“. A palavra “crocância”, portanto, já aparece para aqueles que são assinantes da versão beta (em testes) do Grande Dicionário Houaiss eletrônico, e estará na próxima edição impressa do Grande Houaiss, ainda a ser lançada.

Com um dicionário como o Houaiss tendo aceitado a palavra, é certamente apenas questão de tempo até que outros dicionários de referência (e, por fim, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa) acabem por acolhê-la.

[Atualização: dois meses após o início deste portal, várias palavras por nós incluídas sob a etiqueta de “palavras que faltam em dicionários” foram incluídas no Dicionário Priberam. A palavra “crocância” está entre elas.]

3 comentários sobre ““Crocância”, existe essa palavra? Existe em português a palavra “crocância”?

  1. Pingback: Existe a palavra “empratar”? Existe a palavra “empratamento”? | dicionário e gramática

  2. o próprio corretor ortográfico automática está aqui,
    automático

    Para minha mulher, que é tcheca, o substantivo é crocantez. 🙂

    Eu não conhecia crocância, mas faz seis anos que moro fora do Brasil e há muitas coisas que surgiram atualmente que não chegaram aos meus ouvidos.

    Curtir

  3. Pingback: Aportuguesamentos recentes… | DicionarioeGramatica.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s