“Em Benin”? Não, o certo é “no Benim”

benim-1

Algumas notícias recentes (como esta) referentes às contas secretas do presidente da Câmara dos Deputados na Suíça têm repetido, ao longo do texto, um parágrafo padrão (“requentado”) afirmando que o dinheiro seria proveniente de desvio referente à negociação “de um campo de exploração de petróleo em Benin, na África”. “Em Benin“? Não. Nem “em“, nem “Benin“.

O Benim é um país africano, que assumiu o nome de República do Daomé após tornar-se independente da França, mas cujo nome atual, Benim, remete a um antigo império africano – o Império do Benim – e também ao golfo onde se situa o país – o golfo do Benim.

Tanto o antigo Império do Benim quanto o antigo Daomé tiveram intensa relação com o Brasil, tendo vindo da região do golfo do Benim grande parte da população africana trazida ao Brasil durante o período do tráfico de escravos e da escravidão.

O nome do Benim, portanto, é velhíssimo conhecido da língua portuguesa, e, como toda palavra portuguesa (ou aportuguesada), termina com “-im”, e não com “-in”. Todas as palavras portuguesas que terminam com o som do “i” nasalizado grafam-se assim: mim, fim, curumim, sim. A mesma regra vale para as palavras estrangeiras que foram “assimiladas” ao português – como o nome da capital alemã, Berlim (em alemão, Berlin); e, claro, o do país (e golfo) africano, o Benim (em francês, Bénin).

Da mesma forma, sempre se usou o artigo definido para se referir ao Benim: o Benim, no Benim, do Benim – como é, ademais, o caso de quase todos os nomes de países do mundo: o Brasil, a Argentina, a Áustria, o Azerbaijão, as Bahamas, o Bangladesh, a Belarus, o Botsuana, o Burkina Faso, o Brunei, os Camarões, as Comores, o Canadá, o Equador, a Espanha, a Gâmbia, a Guiné, o Lesoto, o Kuwait, a Papua Nova Guiné, as Seicheles, o Sri Lanka, o Suriname, o Vaticano, a Zâmbia…

5 comentários sobre ““Em Benin”? Não, o certo é “no Benim”

    • Comecemos pelo primeiro caso: a grafia “Baamas” é inviável no Brasil, pois – diferentemente do que ocorre em Portugal – 100 entre 100 brasileiros pronunciam a consoante aspirada entre os dois “a” em Bahamas – como o fazem em Doha, Hilton, saheliano (já por todos dicionarizada), jihadista (idem), bahamiano (palavra em que o próprio dicionário Houaiss explicitamente manda pronunciar como consoante a letra agá: “bahamiano (Ortoépia: barra)”.
      Entendemos que Houaiss age bem ao fazer essa concessão, que simplesmente reflete algo que é um fato, pura e simplesmente, da língua portuguesa (ao menos no Brasil). Se insistirmos (aqueles que zelamos pela língua) que o “h” entre vogais não pode em hipótese alguma, sequer excepcionalmente, representar o som aspirado comum à maioria das línguas do mundo (do inglês ao japonês, do suaíli ao alemão, etc.), o tiro nos sairá pela culatra: criar-se-ão formas como barramiano, sarreliano, jirradista, etc. (como se criou (e já se dicionarizou) esfirra, no Brasil, após os puristas terem censurado a grafia esfiha em favor de uma inviável, pela fonética do português brasileiro, esfia). Mesmo a sempre conservadora Real Academia Espanhola recentemente decidiu que era impossível nadar contra a corrente nesse mesmíssimo ponto, tendo passado a admitir que a letra H, que as gramáticas espanholas há séculos ensinam ser tão muda quanto dizem ser a nossa, tem som aspirado em certos vocábulos: vide observações da Academia sobre as palavras em espanhol Hanói (http://lema.rae.es/dpd/?key=Hanoi) ou hámster: http://lema.rae.es/dpd/?key=h%C3%A1mster

      Curtir

  1. Pingback: Miliardário (e não milhardário), assim como biliardário (e milionário, bilionário, trilionário) | DicionarioeGramatica.com.br

  2. Pingback: O “h” não mudo (ou h aspirado) em português: handebol, jihadista, bahamense, Hanói, bahaísmo, etc. | DicionarioeGramatica.com.br

  3. Pingback: Uso do artigo definido com nomes de países – lista de países | DicionarioeGramatica.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s