Não caiu o acento de papéis, fiéis, herói, heróis, chapéu, troféus (oxítonas abertas continuam com acento)

Papéis“, “herói“, “chapéu“, “fiéis“, continuam a ter acento agudo, tanto na velha quanto na nova ortografia.

A hesitação é um dos “efeitos colaterais” da nova ortografia. A reforma ortográfica cortou os acentos que, em palavras paroxítonas, só serviam para indicar uma pronúncia aberta: idéia virou ideia, européia virou europeia, heróico virou heroico, nucléico ou nuclêico viraram nucleico, bóia, bóias, jibóia e jibóias viraram boiaboiasjiboiajiboias. Não houve qualquer alteração, porém, nas palavras oxítonas: continuam a ser acentuadas, como sempre, herói (apesar de heróico ter virado heroico), heróischapéuchapéustroféutroféuspapéis (plural de papel), fiéis (plural de fiel), véu, réucéucéus, Montevidéu, lençóis, anzóis, o verbo dói, etc.

A atenção deve ser dobrada no caso de palavras como papéisfiéis (plurais, respectivamente, de papel e de fiel), porque, diferentemente de quase todos os outros casos, nestes o corretor automático do Word ou de outros programas não funcionará: isso porque também existem as formas “papeis” e “fieis” (flexões verbais de “vós” com os verbos “papar” e “fiar”, respectivamente).

Vale recordar, ainda: continuam obrigatórios, também, os acentos diferenciais no verbo pôr (Vou pôr isto aqui) e no passado pôde (para diferenciá-lo do presente: Ela não pôde vir ontem, mas acho que hoje ela já pode.)

4 comentários sobre “Não caiu o acento de papéis, fiéis, herói, heróis, chapéu, troféus (oxítonas abertas continuam com acento)

  1. Hey, boa noite! Eu me mudei pra Portugal e algumas palavras que no Brasil eu costumava acentuar com o acento circunflexo, aqui são acentuadas com o agudo (gênio/génio) . Se eu continuar a escrever com o cincunflexo estarei cometendo algum erro?

    Curtir

    • Olá, Brenda, boa noite! É o seguinte: errando, não vai estar – isso porque o Acordo Ortográfico de 1990, que é a ortografia oficial no Brasil e em Portugal desde o fim de 2015, permitiu alguns casos de “dupla grafia” – entre eles o caso do acento sobre as vogais “e” e “o” antes de “m” e “n”, que em Portugal em geral se escrevem com acento agudo (génio, higiénico, económico, cómodo, anónimo, hidrogénio, António, Arménia) e que no Brasil se escrevem com acento circunflexo. Pelo Acordo, assim, as duas formas são corretas, e é correto escrever António, hidrogénio, cómodo no Brasil, tanto quanto é correto escrever Antônio, hidrogênio e cômodo em Portugal. Mas o fato é que a população de cada um dos dois países ainda tende a rejeitar e tratar como errada a forma usada no outro país – então, siga essa nossa dica, de perceber que a “diferença” ocorre basicamente com ê/ô antes de m/n, e aí fica fácil “adaptar-se” à ortografia portuguesa 🙂

      Curtir

  2. A verdade é que não se pode atestar a desejada coerência ortográfica, antes ou após o Acordo em questão. Essas “hesitações” ou “exceções” pipocam em muitas variantes de nossa Língua, sem que haja uma justificativa plausível.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s