Teúda e manteúda, teúdo e manteúdo, tidos e mantidos = amantes, sustentados

Um leitor, tendo deparado com a expressão “teúda e manteúda”, pergunta-nos o que significarão os adjetivos “teúdo” e “manteúdo”.

Acerta o leitor ao perceber que teúda é feminino de teúdo, e manteúda, de manteúdo; e que ambos os pares são adjetivos derivados de particípios passados desusados, de tido mantido (ou, no feminino, tida e mantida).

Na língua corrente, praticamente só se usam na expressão “teúdo e manteúdo” – imortalizada, no feminino (“teúda e manteúda”), por seu uso frequente na telenovela brasileira Roque Santeiro (1985), em que era sempre repetida como sinônima para “amante” (concubina, partícipe de um caso extraconjugal).

Com esse sentido, a expressão chega a usar-me mesmo substantivada: “Não quero trabalhar nunca mais. De agora em diante, só quero ser teúda e manteúda“; “Todo mundo na rua sabe que o Doutor Carlinhos tem uma teúda e manteúda“.

De modo geral, é usada, com alguma frequência, em referência a diferentes tipos de relacionamento em que uma das partes é considerada “tida e mantida” pela outra. Constata-se esse uso, por exemplo, em contextos legais, literários e jornalísticos:

[Em caso de morte do locatário,] o companheiro teúdo e manteúdo goza do direito de ser o legítimo sucessor na relação locatícia.

Em ‘Gabriela’, o professor teúdo e manteúdo recebe afagos de uma quenga, com quem se amasiara – ela mesma, ‘tida e mantida’ por um coronel.”

“Deveu-se, isto sim, ao fato de o partido ser teúdo e manteúdo de um sistema de arrecadação espúrio comandado por um lobista”.

Embora raramente figurem dissociadas, Aurélio as apresenta como verbetes independentes: define teúdo como “que se teve ou se tem conservado”, e manteúdo como variante arcaica de “mantido”, particípio de “manter”, e é a ela atribuída como sinônimo “sustentado”.

O dicionarista abona ambos os verbetes, porém, com o exemplo “concubina teúda e manteúda“. Para manteúdo, Aurélio inclui também exemplo de Guimarães Rosa, que, em Sagarana, descreve o cavalo montado por seu protagonista como um animal fino, manteúdo.

2 comentários sobre “Teúda e manteúda, teúdo e manteúdo, tidos e mantidos = amantes, sustentados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s