O certo é chegado ou chego? Tinha chegado ou tinha chego?

Na língua culta, não existe “chego”. A única forma admitida formalmente é “chegado”: “ela ainda não tinha chegado”, “já havia chegado”, “Já tendo chegado”.

Já tivemos aqui oportunidade de falar de verbos abundantes, assim chamados por ter duas conjugações diferentes, ambas igualmente válidas, para o particípio: tinha aceito ou aceitado? Tanto faz, ambas as formas são admitidas na norma culta. Tinha ganhado ou tinha ganho? Tanto faz. Havíamos gastado ou havíamos gasto? Tanto faz. Tendo pago ou tendo pagado? Tanto faz. E tinha chegado ou tinha chego? Nesse caso, nada de “tanto faz”: na língua culta, não existe “chego”. A única forma admitida formalmente é “chegado”: “ela ainda não tinha chegado”, “já havia chegado”, “Já tendo chegado”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s