Em português, bugue e minibugue

574-nosso-bugue-nas-dunas-de-genipabu-rn-dsc08125

Isso na foto acima, todo brasileiro sabe, é um bugue. Existem também, é claro, as versões menores – os minibugues. Mas nenhum dicionário brasileiro registra nenhuma das duas palavras com esse sentido.

A maioria dos jornais e revistas não vê problema em não encontrar a palavra nos dicionários, e usa-as mesmo assim – a Veja usa bugue (e bugueiro, nome dado no Nordeste aos condutores profissionais de bugues de passeio) hoje (ver aqui), como já usava minibugue desde pelo menos 1993 (ver aqui).

Já o Correio Braziliense de hoje, como tem uma consultora “linguística” que acredita piamente piamente que só existe na língua o que está no VOLP da Academia Brasileira de Letras, preferiu não usar bugue, que não achou, mas foi no que encontrou – bugre: “O veículo foi solicitado pelo Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) – responsável pela administração da área –, que também disponibilizou quatro picapes, quatro quadriciclos, dois bugres e três barcos para as buscas.

Bugre, segundo os dicionários, é um indígena brasileiro. Já bugue é o aportuguesamento de buggy, que, por enquanto, por ironia, só o dicionário Priberam registra, como registra também minibugue e bugueiro – todas adicionadas após sugestão da equipe do DicionarioeGramatica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s