Gastura (e não agastura): aflição ou agonia de situações bem particulares

maxresdefault

Do tanso catarinense vamos para outro regionalismo que também supre um buraco lexical – no outro lado do Brasil, ouvimos a gastura dos nordestinos. No Nordeste, gastura é a aflição, arrepio ou irritação nervosa, originada por sons ou ruídos, sensações táteis ou qualquer situação agoniante. O exemplo clássico de gastura é uma unha arranhando um quadro escolar (ou talheres arranhando um prato).

De acordo com a ótima definição do Aurélio, não se deve confundir a gastura, essa agonia, com agasturaa fraqueza ou mal-estar causados por falta de comida ou fome em excesso.

 

3 comentários sobre “Gastura (e não agastura): aflição ou agonia de situações bem particulares

    • Caros,

      Em Minas e em Goiás também se usa, e não me parece que se deva a alguma influência nordestina: é uso antigo, mesmo em pequenas cidades a que não afluíram migrantes nordestinos.

      Um abraço,
      Rodrigo.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s