Eu “ponhei”? Existe o verbo ponhar?

Num voo para Santa Catarina, a aeromoça pergunta à senhora ao meu lado se deseja gelo em sua bebida, a que a senhora responde que, se o suco já não estiver gelado, a aeromoça “pode ponhar umas duas pedrinhas.”

A naturalidade com que a senhora usou aquele verbo que me soava tão alienígena me fez rapidamente tirar o Aurélio eletrônico do bolso… E, de fato, o bom e velho Aurélio nunca nos deixa na mão:

Ponhar: verbo, usado nas regiões Sul e Centro-Oeste do Brasil, popular: O mesmo que pôr.

IMG_2179

Jogando a palavra no Twitter, vê-se que o verbo ponhar é, sim, usado. E muito (cliquem aqui para ver).

É obviamente uma forma popular, e, como tal, de se evitar em contextos não íntimos, a menos que não se importe com o julgamento de terceiros. Há, é claro, os que não se importam, para quem “pus” é muito mais feio e ambíguo do que o simpático “ponhei”.

O interessante é notar que sequer tinham essas formas de ser necessariamente populares: em galego, língua da qual veio a nossa (sim, ao contrário do que ensinam, muito simplificadamente, nas escolas, o português não veio diretamente do latim; veio do galego antigo), existe hoje o verbo ponher (ver aqui), considerado sinônimo perfeito do verbo pôr.

A criação brasileira de “ponhar” nada mais é, portanto, que uma tentativa lógica de “regularizar” o verbo em concordância com diversas de suas conjugações, como “eu ponho”, “que eles ponham”, etc. – que nada mais são que derivados diretos de ponher, forma antiga do verbo, que, com a evolução da língua (e a tendência dos falantes a reduzirem palavras e comerem sílabas), acabou reduzida a “pôr“.

8 comentários sobre “Eu “ponhei”? Existe o verbo ponhar?

  1. Caro,

    Já ouvi muito “ponhar” no interior de Minas e de Goiás. No registro coloquial urbano, ouço mais “botar”; no culto, “colocar”; “pôr” está rareando. Até mesmo em expressões fixas, “colocar” vem substituindo “pôr”: encontram-se mais resultados no Google para “colocar uma ideia em prática” do que para “pôr uma ideia em prática”, por exemplo.

    Um abraço,
    Rodrigo.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pôr, ponhar e ponher som diferentes evoluções do latim “ponere”. Acho que o “ponher” nom é um invento moderno, ò contrário, é a forma mais antiga. Isto é porque é ũa evoluçom mais “conservadora”. Apenas perdeu o “e” final (coma o verbo cantar) e o “n” passou a “nh”.
    Mais, bom, isto pode comprobar-se doadamente cũa aplicaçom: http://www.corpusdoportugues.org/hist-gen/
    Digitas “ponher”, século XIII e XIV e pronto.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s