“secretário-geral”, com hífen e minúsculas

image

Ao tempo em que um português é eleito secretário-geral das Nações Unidas – parabéns, Portugal! O ex-primeiro-ministro António Guterres sucederá, a partir de janeiro de 2017, ao sul-coreano Ban Ki-moon -, convém apenas recordar: secretário-geral  se escreve com hífen – e com minúsculas.

Como já explicamos em publicação anterior (releia-a aqui), a norma ortográfica anterior obrigava o uso de maiúsculas “nos nomes que designam altos cargos, dignidades ou postos: Papa, Cardeal, Arcebispo, Bispo, Patriarca, Vigário, Vigário-Geral, Presidente da República, Ministro da Educação, Governador do Estado, Embaixador, Almirantado, Secretário de Estado, etc.”. Essa regra foi revogada pela entrada em vigor do Acordo Ortográfico atual – de modo que todo e qualquer cargo ou posto, alto ou baixo, deve escrever-se com minúsculas: o secretário-geral, o embaixador, o governador, o ministro, o presidente.

(Se, porém, se decidir usar inicial maiúscula, por razões de estilo – por exemplo, numa placa, ou numa carta endereçada a ele, devem ambas as palavras ir com maiúsculas, e não só a primeira: “Secretário-Geral“, e não *Secretário-geralveja aqui por quê. A combinação maiúscula-minúscula, Secretário-geral, só poderia ocorrer no começo de uma frase, em que o “S” somente viria em maiúscula por iniciar a frase.)

Quanto ao hífen: apesar de, tradicionalmente, as combinações de substantivo + adjetivo não exigirem hífen (“bom senso“, “senso comum“, “professor titular”, “secretário executivo“, etc. – e mesmo “greve geral“, “reunião geral”, “limpeza geral“, “assembleia geral), uma exceção consagrada são os nomes de cargos e instituições formados com o adjetivo “geral” – que, por convenção, se escrevem com hifens: procuradoria-geralprocurador-geralconsulado-geralcônsul-geralsecretaria-geralsecretário-geral.

Assim, o correto é escrever que o português António Guterres assumirá, em janeiro de 2017, o cargo de secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Um comentário sobre ““secretário-geral”, com hífen e minúsculas

  1. Pingback: Os nove membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) | DicionarioeGramatica.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s