Em português, “porto-riquenho”, não *portorriquenho nem *portoriquenho

240_f_72979783_l5is0mgsr42tufxhwh71k7sr1nihdpto

O fato de o novo Acordo Ortográfico ter eliminado os hifens de muitos compostos (como anti-semita, que virou antissemita, e contra-regra, que virou contrarregra) tem levado muitas pessoas a usarem a palavra portorriquenho para se referir a quem nasce em Porto Rico. O espanhol também pode ser o culpado: em espanhol, escreve-se puertorriqueño ou portorriqueño. Em português, porém, o certo é escrever com hífen: porto-riquenho.

O texto do novo Acordo Ortográfico dispõe explicitamente que a “queda” de hifens na nova grafia não se aplica aos gentílicos – isto é, aos nomes que identificam as pessoas que nascem em um lugar específico ou os cidadãos de um lugar.

Em outras palavras, os adjetivos pátrios que se escreviam com hífen antes do Acordo Ortográfico continuam a escrever-se com hifens na nova ortografia: escreve-se norte-americano, e não *norteamericano; sul-coreano, e não sulcoreano; e porto-riquenho, e não *portorriquenho. 

Absurda é ainda a forma portoriquenho, que às vezes se vê – que não faz sentido em grafia alguma, uma vez que – tanto em português quanto em espanhol – um “r” entre duas vogais se lê como o r fraco de caro, e não como o r forte de carro.

Um comentário sobre “Em português, “porto-riquenho”, não *portorriquenho nem *portoriquenho

  1. Pingback: Na nova ortografia, nomes de países se escrevem sem hífen | DicionarioeGramatica.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s