“aimarás”, em português = “aimaras”, em espanhol

Evo Morales

O grupo populacional indígena predominante na Bolívia, ao qual pertence o presidente do país, Evo Morales, chama-se “aimara” – apenas em espanhol. Em português, a denominação correta é aimará – palavra oxítona, com acento no último “a”.

aimará é também uma das línguas oficiais da Bolívia – juntamente com o espanhol e com outras 35 línguas indígenas (a Bolívia tem, atualmente, 37 línguas oficiais). Não é correto chamar ao aimará ou a qualquer uma das línguas indígenas “dialetos“.

Como já dito, os aimarás são em espanhol chamados aimaras – sem acento, por ser, em espanhol, palavra paroxítona. Apesar da grafia correta em espanhol moderno ser essa (aimaras no plural, aimara no singular: Los aimaras hablan la lengua aimara), é comum ver também, especialmente na Bolívia, as grafias aymara aymaras, com ípsilon no lugar do i.

O “y” como semivogal foi há muito tempo substituído, na ortografia oficial espanhola, pelo “i”, quando no interior de vocábulos (“rainha” hoje, escreve-se reina, embora historicamente se tenha grafado reyna), tendo-se mantido seu uso apenas no final de palavras (por exemplo “rei”, que continua a escrever-se, em espanhol, rey).

Muitos dos próprios aimarás, porém, preferem a grafia “antiga”, razão pela qual é comum encontrar, sobretudo na Bolívia, a forma aymara – embora essa grafia não seja reconhecida pela Real Academia Espanhola nem conste dos dicionários oficiais espanhóisque apenas registram aimara.

Como o português, a língua espanhola não usa iniciais maiúsculas para nomes de povos e etnias: Los españoles no conquistaron a los aimaras, ou Os espanhóis não conquistaram os aimarás – em oposição à forma em inglês, em que o uso da maiúscula, nesses casos, é obrigatório: The Spanish didn’t conquer the Aymaras.

É importante recordar a diferença da sílaba tônica entre a palavra espanhola (aimara) e sua tradução portuguesa (aimará) sobretudo pelo fato de que a palavra aimara também existe em português, porém com significado diferente: em português, aimara é o nome de uma árvore.

Qual a tradução de tamazight? Como se chama a língua tamazight em português?

Resposta rápida: A tradução de tamazight é amazigue. A língua tamazight, em português, chama-se amazigue.

Resposta completa: O amazigue, língua berbere, é uma das duas línguas oficiais do Marrocos e uma das línguas nacionais da Argélia. O amazigue é a língua dos povos berberes ou amazigues (que chamam a si mesmos Amazigh).

Já na edição original do Dicionário de Caldas Aulete, publicado em 1881, encontra-se a definição de amazigues – “denominação das populações de origem semítica que falam línguas berberes” – como substantivo e adjetivo, e do substantivo masculino amazigue: “língua berbere da região do Atlas”.

Ademais do Caldas Aulete, a palavra amazigue também consta do Dicionário de Morais e do Aurélio.

Em sua língua, o povo amazigue (ou berbere) chama a si mesmo “Amazigh“, de onde vem a forma portuguesa amazigue. À sua língua, propriamente, chamam Tamazight – que é simplesmente o feminino de Amazigh. Em português, a palavra amazigue é comum de dois gêneros, e refere-se tanto ao povo quanto a sua língua (como em inglês, francês, etc, em que se usa a forma amazigh invariavelmente para ambos – embora também se venha registrando, nessas línguas, o uso da palavra “Tamazight” – que nada mais é que o nome da língua amazigue na própria língua amazigue).