A fêmea do elefante é a elefanta (e não elefoa)

asianelephant6

A fêmea do elefante chama-se elefanta em português. Existe também a forma aliá, sinônima de elefanta. Elefanta e aliá são os dois únicos femininos de elefante aceitos pelo dicionário Aurélio, pelo dicionário Houaiss, pelo dicionário Michaelis, pelo dicionário Aulete e pelos dicionários portugueses.

Nenhum dicionário brasileiro nem português aceita a palavra elefoa, que só se usa com tom humorístico, por analogia com leoa. Aliás, o único dicionário em que a palavra elefoa aparece é no Dicionário Aurélio, mas como alerta: “Não é correto o fem. elefoa“, é o que diz o Aurélio.

Em contextos sérios, deve-se usar o feminino regular, elefanta – ou, se se deseja usar uma forma diferente, há a arcaica aliá, que os portugueses tomaram dos cingaleses. Mas nada de elefoa.

Xeica é o feminino de xeique ou xeque

sem-tituloO feminino de xeique (ou xeque) é xeica.

Anos atrás, os portugueses noticiavam a visita da sheikha” do Kuwait a Portugal. Corretíssimo o uso do feminino, já que nenhum dicionário admite “xeique” ou “xeque” como substantivo de dois gêneros. O feminino já vem do árabe, e mesmo o inglês, língua que em geral não faz distinção de gênero nos cargos, usa a forma feminina sheikha.

Mas em português, é claro, deve escrever-se xeica – forma usada pela imprensa e pelo governo brasileiro, e perfeita do ponto de vista ortográfico, e que já consta do Dicionário Houaiss:

sem-titulo

hqdefault