Ponto de ironia

160px-Irony_mark_full.svg

Em diferentes séculos, em diferentes países, diferentes escritores propuseram a criação de um ponto de ironia – um sinal gráfico que permitisse a clara identificação do teor irônico ou sarcástico de um comentário.

Em 1688, o inglês John Wilkins propôs o uso do ponto de interrogação invertido (⸮, usado regularmente em línguas cuja escrita é feita da esquerda para a direita, como o árabe e o hebraico) como um “ponto de ironia”.

Um século antes, o gráfico inglês Henry Denham já propusera o uso do ponto de interrogação invertido (⸮) para assinalar perguntas retóricas.

Em 1899, o enciclopedista francês Alcanter de Brahm faria proposta semelhante, com a apresentação de um sinal representativo de teor irônico, cuja representação gráfica proposta também se assemelhava a uma interrogação invertida:

Na Internet, atualmente, tem-se recorrido, especialmente em fóruns e blogues em língua inglesa, à marcação [/sarcasm] em seguida a uma afirmação, de modo a explicitar-lhe o teor sarcástico.
Apesar de ser uma dessas “ideias coletivas” da humanidade, que de vez em quando voltam a ser defendidas por diferentes pessoas em diferentes países, o estabelecimento de um sinal gráfico oficial ou universal para marcar a ironia nunca chegou a adquirir caráter oficial em língua nenhuma – na verdade, sequer chegou a popularizar-se ou tornar-se de conhecimento geral em nenhum país. Talvez porque se tenha chegado à conclusão de que, nos dias de hoje, já não haja necessidade dele⸮