Palavras de Moçambique

295_13-11-13shutterstock159043445_mozambiqueflag

Segue abaixo um dicionário ou glossário de palavras do português de Moçambique – palavras típicas de Moçambique (os chamados moçambicanismos):

alacavuma (s.m.) pangolim

bassa (s.f.) emprego (trabalho; utilidade, serventia)

bacela (s.m.) brinde, gratificação, desconto

boi-cavalo (s.m.) gnu

cabedula (s.f.) calções, roupa interior

cabritismo (s.m.) conivência com a corrupção, coparticipação ou resignação diante dela; vem de um provérbio changana: O cabrito como onde está amarradomenino

cacata (adjetivo) sovina, avarento, mão de vaca

chamuar (s.m. ou f.) amigo muito próximo

changana (etn.; gloss.) língua falada em Moçambique, na província de Gaza, em geral considerada, a depender da classificação, um dialeto da língua tsonga ou uma língua da família tsonga

chango (s.m.) antílope da espécie Redunca arundinum [já em Angola, o chango é a espécie Redunca redunca]

chapa (s. m. ou f.) transporte coletivo não público

chapeiro (s.m.) condutor, motorista de transporte coletivo

chima (s.f.) v. xima

chope (etn.; glos.) língua bantu falada no norte da província de Gaza e na província de Inhambane, em Moçambique; seus falantes são chamados chopes

chuabo (etn.; glos.) grupo étnico e língua bantu da região da cidade de Quelimane, na província da Zambézia, em Moçambique

cocone (s.m.) gnu; o mesmo que boi-cavalo

cocuana (m. ou f.) termo respeitoso para com pessoas mais velhas

dumbanengue (s.m.) mercado ambulante

dumbanengueiro (s.m.) quem trabalha num dumbanengue

farmeiro (s.m.) agricultor, fazendeiro

gelinho (s.m.) o mesmo que gelinho, geladinho, sacolé, dindim no Brasil

*halacavuma (s.m.) v. alacavuma, grafia oficializada

imbabala (s.) gazela-pintada (Tragelaphus scriptus) [em Angola, golungo]

infelicidade (s.f.) falecimento569915245_658w

inhacoso (s.m.) cobo, antílope da espécie Kobus ellipsiprymnus

inhala (s.f.) antílope da espécie Tragelaphus angasii

jagra (s.m.) pequenos mamíferos do gênero Galago

lobolo (s.m.) dote que o noivo dá à noiva

macala (s.) carvão

macofu (s.m.) couve

machamba (s.f.propriedade agrícola não muito extensa; pequena fazenda

machimba (s.f.) merda, excrementos

mahala (adj., advérbio) grátis, gratuito

malembe (s.m.) aniversário

maningue (advérbio) muito
[exemplos: “Sou maningue tímida”; “Os sorrisos iludem maningue”; “Gostaria maningue de voltar a jogar futebol”]

matope (s.m.) lama, lodo, terra barrenta

matsongo (s.m.) folhas de aboboreira

maxamba (s.f.) v. machamba [“maxamba” seria a grafia correta etimologicamente, mas os moçambicanos escrevem “machamba”]

mboa (s.f.) o mesmo que matsongo: folhas de aboboreira, usadas na culinária moçambicanae3ede7ede64e377786bf768887c807d0

mexe-mexe (s.m.) infecção nos olhos, conjuntivite

micate (s.m.) bolinho frito, similar ao sonho

moluene (s.m. ou f.) menino(a) de rua

morro de muchém: cupinzeiro, morro feito por cupins ou térmites

muata (s.m.) patrão, chefe

muchém (s.f.) cupim, térmite, insetos das espécies Isoptera spp.

mucunha (s.2.g.) pessoa branca [vem do nome de um tipo de abóbora branca]

mulungo (s.m.) homem branco; europeu

muzungo (s.m.) homem branco; europeu

nhoca (s.f.) cobra, serpente

nhúngue (etn.; glos.) língua bantu falada em Tete e na bacia inferior do Zambeze, em Moçambique; seus falantes são chamados nhúngues

ntela (s.f.) remédio; poção mágica; qualquer árvore

ntuculu (s.m.) sobrinho, neto ou bisneto

ntumbulucu (s.m.) 1. criação; cosmos; a natureza; 2. costumes antigos; tradição

plástico (s.m.) sacola plástica, saco de plástico

quizumba (s.f.) 1. hiena; 2. pessoa ruim  [no Rio de Janeiro, significa “confusão”] 

ronga (etn.; glos.) língua falada na região de Maputo, capital de Moçambique; considerada, a depender da classificação, um dialeto da língua tsonga ou uma língua da família tsonga

tando (s.m.campo de relva, plano e desprovido de floresta

tchapo-tchapo (advérbio) depressa

tchopela (s.m.) triciclo motorizado usado como táxi

tchovar (verbo) empurrar

tontonto (s.m.) bebida alcoólica feita da cana-de-açúcar

tsonga (etn.; glos.) grupo étnico bantu que inclui os rongas, changanas e tsuas; as três variantes da língua tsonga faladas em Moçambique são o ronga (falado na região da capital, Maputo), o changana (falado na província de Gaza) e o tsua

tsua (etn.; glos.) grupo étnico e língua da província moçambicana de Inhambane

xibalo (s.m.) trabalho forçado

xibongo (s.m.) sobrenome (nome de família)

xicaca (s.2.g.) pessoa branca (o mesmo que mulungomuzungo)

xicuembo (s.m) espírito; deus; feitiço

xigono (s.m.) espírito, fantasma; o mesmo que xipocoSem título.png

xigubo (s.m.) dança de guerra de origem zulu em que homens dançam adornados com peles e colares – foto ao lado:

xiluva (s.f.) flor

xima (s.f.) massa, semelhante à de polenta, à base de farinha de milho com água

xipene (s.m.) pequeno antílope africano, de que há duas espécies (Raphicerus campestris Raphicerus sharpei, menor)

steinboeckchen_mk4_42806

xipoco (s.m.) fantasma

xirico (s.m.) rádio pequeno a pilha [derivado do nome de uma espécie de canário africano]

xitala (s.f.) recinto fechado, casa de reunião

xitana (s.f.) conto tradicional; fábula; lenda

xitimela (s.m.) trem; barco a vapor [é masculino, e não feminino, ao contrário do que diz o Houaiss]

sem-titulo

xitique (s.f.) poupança; método informal de financiamento em que um grupo de pessoas contribui periodicamente com um valor, a fim de que cada um dos membros, rotativamente, se beneficie de parte do valor poupado

xitolo (s.m.) loja; cantina

xonguila (adj.) bonito

13 comentários sobre “Palavras de Moçambique

  1. Pingback: Palavras e expressões de Moçambique | DicionarioeGramatica.com

  2. Pingback: Vocabulário: pangolim (em Moçambique, alacavuma) | DicionarioeGramatica.com

  3. Também pode adicionar:
    Discaril: sem caril;
    Balecar: abandonar alguém;
    Beijo de Judas: manifestação de amizade falsa, como tinha feito Judas traidor de Jesus;
    Preço de chuva: de preço muito baixo ou barato;

    Curtir

  4. Parece-me que as expressões são de origem Bantu, ou seja, as palavras mencionadas são de línguas Bantu de tal forma que vejo cacata” kakata” “xiluva” e outros termos. Talvez esteja a padronizar essas expressões por meio do seu uso frequente numa conversa, bem como por processo de empréstimo que, normalmente, as línguas fazem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s