A origem da palavra “bambolê”

O português é uma das únicas línguas no mundo que criou um nome próprio para o bambolê,  o “aro geralmente de plástico, com aproximadamente 1 m de diâmetro, usado como brinquedo, que, com um impulso, gira em torno do corpo, da perna ou do braço“.

No resto do mundo, usa-se o nome inglês, hula hoop – por exemplo em francês, em italiano, em espanhol, em polonês, etc.

O nome inglês vem da junção de hoop, aro em inglês, a hula (ou hula-hula), nome de “dança típica do Havaí, que apresenta seis passos básicos seguidos por movimentos ritmados dos quadris e dos braços” (nomes que o Priberam desconhece e que a Porto Editora só acolhe no dicionário de inglês-português, mas com definição errada – não é uma dança só feminina).

Já bambolê é um muito bem-sucedido invento brasileiro, criado no séc. XX a partir do verbo “bambolear”, balançar-se, mover-se mexendo os quadris, que tem registro em português desde pelo menos 1649.