Vírus da zica reage contra o Zika virus

Untitled

Se ainda não leu, clique aqui e leia uma detalhadíssima explicação de por que o nome da doença e do vírus que vêm dominando as manchetes em todo o mundo só pode ser, em português, zica, e não Zika, forma inglesa. O bom é ver que a construção portuguesa (“vírus da zica”, em oposição à ordem inglesa, “Zika vírus”, e em oposição à grafia estrangeira, com “k” e inicial maiúscula) finalmente começa a ganhar popularidade:

O Correio Braziliense, por exemplo, começou a se referir, corretamente, à doença com a grafia aportuguesada por nós defendida: zica. Também já usaram a forma zica O Estado de Minas e O Povo, entre outros. E, ainda mais importante: além do Dicionário Priberam, que já registrava zica na forma aportuguesada desde o ano passado, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora (clique aqui para ver) também acaba de incluir a palavra zica:

zica

nome masculino

arbovírus do género Flavivirus, da família Flaviviridae, que se transmite pela picada de mosquitos do tipo Aedes


nome feminino

doença infeciosa, causada por este vírus, geralmente de evolução benigna,com sintomas idênticos aos da dengue ou da chicungunha mas mais leves (febre, cefaleia, dores articulares, conjuntivite, fotofobia e erupção cutânea), cujo perigo radica na sua provável associação à microcefalia em fetos de mães infetadas
De Zika, topónimo, «floresta do Uganda»
zica in Dicionário da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2016. [consult. 2016-02-10]. Disponível na Internet: http://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/zica